Época de redobrar o cuidado com a podridão-da-uva-madura

A ocorrência da podridão-de-uva–madura, a popular Glomerella, que é uma doença que está atacando uvas de mesa e para processamento, está trazendo muitos prejuízos para os produtores em diversas regiões do Brasil. “Se não controlada adequadamente, a podridão-da–uva-madura pode ocasionar perdas elevadas na produção”, alerta Lucas Garrido, pesquisador da área de Fitopatologia da Embrapa Uva e Vinho. “O fungo pode estar presente desde a floração, mas somente agora, com o amadurecimento dos cachos, durante a colheita e a comercialização, ele aparece”, explica.

A podridão da uva madura é causada pelo fungo Glomerella cingulata. No inverno o fungo pode sobreviver em restos de cultura e frutos necrosados que contêm corpos de frutifi cação do fungo. As condições ideais para a ocorrência e desenvolvimento da doença são temperaturas entre 25°C e 30°C e alta umidade proveniente de chuva, orvalho, irrigação ou cerração.

 

Clique aqui e leia a reportagem completa