Encontro de produtores de alho ocorre nesta sexta-feira em Flores da Cunha

Programação do dia 20 de outubro conta com palestras sobre o cultivo, panorama do mercado atual e painel sobre a Associação Nacional

página 2

 

Uma parceria entre a Associação Nacional dos Produtores de Alho (Anapa) e a Associação Gaúcha (Agapa), ocorre no dia 20 de outubro o 30º Encontro Nacional do Alho. Com o tema ‘O Futuro do Alho em Nossas Mãos’, o evento tem papel importante para o desenvolvimento, manutenção e crescimento do setor, sendo palco para debates, análises e planejamento das ações junto às movimentações no mercado. O objetivo das entidades é tornar o alho cada vez mais valorizado na economia do país. O evento ocorre no salão paroquial de Flores da Cunha – cidade que hoje representa um importante polo produtor de alho, com início às 13h30min. Na programação, palestras, bate-papo com lideranças, exposição e jantar.
Realizado anualmente de forma itinerante, o 30º Encontro Nacional dos Produtores de Alho é uma oportunidade para qualificar o mercado e fazer o setor crescer. De acordo com Olir Shiavenin, presidente da Agapa, o encontro tem como objetivo conscientizar a todos da importância que este momento representa para a defesa do produto. “Esse evento tem uma importância muito grande visto que temos muitos desafios pela frente. No ano que vem (2018), por exemplo, vence a taxa antidumping e nós precisamos que o agricultor se conscientize da importância de valorizar a nossa associação, tanto a gaúcha quanto a nacional, para que a gente tenha condições de continuar levando adiante essa luta na defesa dos produtores nacionais. Não é atoa que a temática do 30º Encontro Nacional do Alho é ‘O Futuro do Alho em Nossas Mãos’, por que o futuro do alho vai depender do comprometimento e da participação de cada um dos produtores, que precisam estar unidos para que tenhamos mais força para proteger a produção nacional”, salienta o presidente da Agapa.
Schiavenin salienta, ainda, que participar do evento é uma forma do produtor de alho se manter atualizado sobre o mercado, que envolve questões como a produção a nível mundial, perspectivas para o próximo ano, tendências de mercado, de preço, de oferta e procura. “A produção de alho aumentou no mundo inteiro, bem como a procura pelo produto. Diante disso, é preciso planejar o trabalho para os próximos anos, tendo em vista os cuidados necessários para produzir com qualidade e tornar-se competitivo. No geral, o evento é dividido em três momentos: a parte técnica; apresentação do mercado atual; e a organização da cadeia produtiva de alho”.
No público alvo do encontro estão empresários, produtores, técnicos, entidades e lideranças que devem debater temas relevantes para o setor como a proteção nacional da produção de alho, a manutenção da taxa antidumping e do produto na Letec. Hoje, são produzidos cerca de 140 milhões de quilos, sendo que o consumo nacional é de quase 300 milhões. O alho brasileiro responde por 45% da produção. O alho que é importado de países como a China, Argentina e Espanha completa esse excedente comercial.
O Encontro Nacional é uma realização da Associação Nacional dos Produtores de Alho (Anapa) e a Associação Gaúcha de Produtores de Alho (Agapa), com o apoio do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Flores da Cunha e Nova Pádua, da Prefeitura de Flores da Cunha, por meio da Secretaria da Agricultura e do Conselho Municipal da Agricultura, da Emater e da Fetag.